AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

CERTIFICAÇÕES CLIENTES FALE CONOSCO
Siemens cria centros de experimentação para a indústria 4.0 em Portugal
Siemens cria centros de experimentação para a indústria 4.0 em Portugal
02/02/2017
A Siemens vai criar centros tecnológicos de apoio ao desenvolvimento de projetos para a indústria. Estes pertencem à Academia Siemens 4.0, uma das medidas estratégicas apresentadas pelo Governo hoje, que resultaram da iniciativa Indústria 4.0

Os centros vão integrar e ligar vários elementos do processo industrial, desde o desenho à produção, com vista a promover diversas iniciativas destinadas à modernização da indústria. Os primeiros vão estar na sede da Siemens, no Instituto Politécnico de Leiria e na Universidade de Aveiro.

Para a realização deste projeto, a empresa juntou-se à CADflow, que centra a sua atividade no fornecimento e suporte técnico de softwares para a indústria e a BeeVeryCreative, startup que desenvolve tecnologia na área da impressão 3D e criou a primeira impressora 3D desktop portuguesa para o mercado mundial, com vista a uma melhor preparação do capital humano português para os desafios da digitalização.

Os espaços, acessíveis a todos aqueles que pretenderem desenvolver projetos no âmbito da indústria 4.0, estarão equipados com kits de automação, softwares de modelação e impressoras 3D, permitindo assim simular e testar todo o processo produtivo.

Para as melhores ideias que saírem dos I-Experience 4.0 Centers, a Siemens pretende ainda disponibilizar coaching ou até mesmo apoio financeiro através da unidade de negócio independente da Siemens AG, o Next471.

António Mira, diretor para a indústria da Siemens Portugal, sublinha a importância de preparar os recursos para a 4ª Revolução Industrial. “O nosso objetivo é ajudar na formação de todos aqueles que queiram participar connosco na transformação da indústria e dotá-los de todas as ferramentas necessárias para ajudarem o país a dar este importante salto tecnológico”, sublinhou o responsável.

Relativamente à formação de recursos humanos, além do estabelecimento de parcerias com as universidades e institutos politécnicos, através da Academia Siemens 4.0, a empresa integra também o programa Qualifica IT, que aposta na requalificação e reconversão de recursos humanos para a área das tecnologias de informação.

A Siemens vai, ainda, colaborar com a 4AC-Industry 4.0, uma aceleradora, incubadora e espaço de produtização e prototipagem para a Indústria 4.0, que vai ser criada pelo Governo, em parceria com o CEiiA e a Startup Portugal.

A empresa lançou, hoje, em Portugal, aquela que é, atualmente, a sua maior aposta tecnológica: o ‘MindSphere’, sistema operativo de IoT baseado na cloud. Este sistema habilita empresas de diferentes indústrias e tamanhos a melhorar a eficiência dos seus processos e das suas unidades de produção através da recolha e da análise de grandes quantidades de dados.

“O sistema aberto de IoT MindSphere tem também uma “APP Store” para as mais variadas indústrias. No entanto, e consoante a necessidade de cada cliente, podem ser criadas outras. Desta forma, conseguimos mais facilmente transformar os dados em conhecimento e o conhecimento em negócio”, referiu António Mira.

Com este sistema open cloud, a Siemens permite a empresas de setores diferentes como a indústria, a ferrovia ou de produção de energia, ter acesso a informação “tratada” quase em tempo real, permitindo tomar decisões a tempo, garantindo uma maior eficácia e rentabilidade dos seus sistemas e da sua operação.

A Atos, Microsoft, SAP, Accenture e IBM são apenas alguns dos parceiros que já integraram os seus próprios sistemas e tecnologias no MindSphere, alargando ainda mais o leque de possibilidades disponibilizados por este sistema.
Startup
ISO 9001

Trabalhe Conosco

Rua Cabreúva 427, Jd. Leocádia - 18.085-340 - Sorocaba/SP | MAPA

152101.6100

Executa - Gestão de Internet