AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

CERTIFICAÇÕES CLIENTES FALE CONOSCO
Especialista em SI debate riscos da automação industrial
Especialista em SI debate riscos da automação industrial
16/09/2015
O recente conceito da Indústria 4.0 nos traz uma visão de como a internet das coisas e big data poderão contribuir neste campo. Agregar aos processos de automação industrial um número muito maior de sensores ajudarão a controlar e gerenciar o processo produtivo de uma maneira mais eficaz. Outro ponto importante é que a limitação da distância física para operacionalizar e gerenciar este ambiente também não existirá mais. Naturalmente, à medida que se cria um cenário onde podemos inferir comandos e coordenar processos de forma remota, a probabilidade de ataques a estes sistemas deve ser fortemente considerada.

Segundo dados da pesquisa Segurança Cibernética, realizada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), 59% dos ataques registrados visam as finanças da empresa. Mais de 60% ocorrem em indústrias de pequeno e médio porte, menos preparadas para impedir fraudes. Já nas empresas de grande porte, 46,2% dos ataques têm como alvo as informações sigilosas.

-O que tem acontecido é que os ataques estão cada vez mais sofisticados- aponta Alexandro Pastore, especialista em Segurança da Informação da Grendene. -Destaco duas características que considero mais relevantes e proporcionalmente danosas. Primeiramente a questão de se tratarem de ataques direcionados, onde há uma customização e personalização da abordagem de acordo com características e perfil do alvo- explica Pastore.

Na opinião do executivo, que discutirá o tema na próxima semana, dia 24, no Security Leaders Fórum Porto Alegre, o segundo fator diz respeito justamente à questão da persistência. -Os atacantes usam o tempo a seu favor já que a detecção é difícil e geralmente se dá de forma muito tardia- complementa.

Segundo Pastore, o investimento em proteção necessita crescer na mesma proporção que a IoT avança. E parece que o setor já reconheceu isso. De acordo com a pesquisa da TI SAFE e do Centro de Ciberseguridad Industrial (CCI), 80% das organizações industriais têm previsão de iniciar atividades de segurança cibernética no chão de fábrica ainda em 2015. Cerca de 45% acreditam que o investimento delas em segurança deve aumentar nos próximos anos.
Risk Report
ISO 9001

Trabalhe Conosco

Rua Cabreúva 427, Jd. Leocádia - 18.085-340 - Sorocaba/SP | MAPA

152101.6100

Executa - Gestão de Internet